Hatefulmurder lança CD e faz seu primeiro show em terras gringas

Hatefulmurder - Foto: Divulgação

Hatefulmurder – Foto: Divulgação

Por Rogério Bezerra e Luck Velosoradiocultfm.com – O Hatefulmurder, banda carioca de Metal Extremo, acaba de lançar seu primeiro álbum, o “No Peace” e de cara embarca em mais uma viagem internacional, onde apresentará seu trabalho em terras chilenas, abrindo para Killswitch Engage, e tocando ao lado das bandas Memphis May Fire, dos Estados Unidos, e In Cold Blood, do Chile.

Com todo o sucesso da banda, nosso Editor Luck Veloso, bateu um papo com o guitarrista Renan Campos, confira:

 

Luck Veloso: Quais as suas principais influencias?

Renan Campos: É difícil citar nomes de bandas, ouço música boa, pelo menos que eu considero. Tenho escutado muito Mastodon, Gojira, Decaptated, são bandas que fazem um trabalho que acho muito bom, mas ouço de tudo. Gosto de Rockabilly até Brutal Death (risos).

Luck: Quais os caminhos você vê para o Metal nos próximos anos?

Renan: Acredito que o gênero só tende a crescer, cada vez mais, principalmente com a ferramente da internet, redes sociais, e streaming. O nível das bandas e a qualidade do material gravado melhorou muito, Acho que o Metal tende a ficar cada vez mais sem fronteiras. Hoje em dia temos acesso a tudo com muita velocidade, a música chega em segundos. Temos acesso a discografias em minutos. Algumas pessoas temem essa “relovução”, mas eu particularmente acho que tá rolando uma adaptação do mercado fonográfico, ainda meio devagar, mas acontece.

Luck: O que mais te emociona durante as apresentações do Hatefulmurder?

Renan: Bem, eu fico muito feliz e com a sensação de “missão cumprida” quando vejo as pessoas cantando as letras, pedindo as músicas, vindo elogiar e falar que se divertiram no show. Fico feliz quando tem gente curtindo de verdade, é completamente satisfatório isso, proporcionar essa sensação para o fã. Aliás, a troca é mútua, porque sentimentos a vibe, o que deixa nosso show com mais fibra e mais porrada!

Luck: Vocês estão embarcando para shows no Chile, qual é a sensação? O que esperam de lá?

Renan: A melhor possível! Aquela vontade de chegar logo, uma ansiedade. Nossa primeira gig fora do Brasil. O público da América do Sul, em geral, é muito receptivo e muito apaixonado pelo gênero! Tenho certeza que será incrível!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s