Interdição da Casa do Neuber – Nota de esclarecimento e indignação

Casa do NeuberNossa querida amiga e colaboradora Carolina Uchôa descreve a seguir, o sentimento presente nela e em todos os que vivem e sobrevivem em torno da “Casa do Neuber“, que é um local montado por seu pai, poeta, músico, pensador e mais um monte de coisas boas, em Roraima, longe das capitais mais badaladas do país, porém com igual vontade de produzir e realizar eventos de qualidade e conteúdo e que foi grotescamente interditada recentemente. Com a palavra, Carol:

NOTA DE ESCLARECIMENTO E INDIGNAÇÃO, por Carolina Uchôa

A vida inteira eu vi e ouvi meu pai cantando e adorando a sua terra, mesmo quando teve motivos para desistir, diante de tanta dificuldade a qual só se sabe quem é artista, sobretudo em Roraima. Sempre vi a luta incansável do meu pai, para nos criar e alimentar do que há de melhor, inclusive intelectualmente – nos preparando dia a dia para sermos, eu e meus irmãos, seres do bem, éticos e proliferadores de nossa cultura e de nossos costumes -, numa demonstração diária de amor a nossa terra. E essa educação se estende ao povo de Roraima e aos seus fãs e admiradores, por toda a sua vida. Um povo, que há pouco tempo atrás tinha vergonha de si, andava de cabeça baixa, sorria com a mão no rosto, batia continência pra qualquer um que chegasse gritando autoridade “sabida” e só ouvia música internacional, nas rádios (que, por sua vez, são comandadas por políticos). Fomos criados para pensar, questionar, criar, para amar as pessoas e não as coisas. E a felicidade que todos andam atrás é perene em nossa vida, independentemente de qualquer bem material. A herança que meu pai vai nos deixar não tem valor calculável. Está acima do bem e do mal. E isso me basta para viver e ser. Nunca tivemos carrinhos de controle remoto, nem bonecas importadas, tampouco conhecemos a Disney. Nosso parque aquático é cachoeira, nosso carrossel é ciranda de roda, nosso carrinho é de rolimã, nossa boneca é de pano.
Nós somos uma família do bem, diferente de oligarcas do mal que predominam (por enquanto!!!) em nossa terra. Somos uma família de artistas, de pensadores, de articuladores culturais, de disseminadores de amor e música. Nossas notas são musicais; quem quiser que se mate por cédulas.

INTERDIÇÃO DA CASA DO NEUBER

Fechar uma casa de arte, um centro cultural da forma que a Casa do Neuber (meu pai) foi fechada, é abuso de poder. Uma verdadeira falta e respeito com todos nós e com nossos amigos, frequentadores da Casa. Foi um verdadeiro papelão o que a Prefeitura de Boa Vista em conjunto com Governo de Roraima e sua ‘Ronda” fizeram. Fecharam a quadra com fiscais e oito viaturas policiais e uma do corpo de bombeiros (forças que deviam chegar sempre para salvar e oferecer segurança e não o contrário, como foi feito), adentrando a casa fortemente armados, com metralhadoras em punho, ameaçando covardemente a integridade e a vida de todos os que ali estavam, visto que , a casa funcionava normalmente, com público presente, artistas e minha avó, uma senhora de 74 anos – que ficou visivelmente abalada. ASSUSTADOR! Essa Casa é nossa, é dos artistas, do povo, da alegria. E deveria ser enaltecida e apoiada pelo poder público – que nada faz pela cultura, não o contrário. Tudo por causa de uma documentação atrasada. Me poupe! Devem os fundos (milhões e milhões) para Deus, o diabo e o mundo, e vêm querer atravancar justo uma casa cultural, que cobra míseros R$ 10,00 de entrada para pagar os artistas que se apresentam??!! Eu não consigo engolir isso.Será que entraram no lugar certo?!

Dia desses houve uma fuga em massa de bandidos da Cadeia Pública; os hospitais estão caóticos, as escolas idem.O lixão é jogado irresponsavelmente no Rio Branco, de onde vem nossa água consumida. Nunca se ouviu falar de uma abertura de espaço de cultura, só fechamento; nosso Teatro Carlos Gomes foi abandonado. E o Teatro faraônico, com custo estimado em cerca de 42 milhões de reais, cadê??? O dinheiro público ninguém sabe pra onde vai. Será que meu pai é bandido, pra ser tratado desta forma??? Não é qualquer rasteira que vai nos derrubar! Por que sequer saímos do chão. Quem anda olhando os outros por cima é urubu. Que venham os próximos dias, com música e poesia em nossas vidas.

Voltamos já, queridos amigos. Com site novo, projetos lindos e o astral que vocês já conhecem

Voltamos já!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s